27/07/11

OBJETIVOS GERAIS DE LINGUA PORTUGUESA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL - PCNs

Os Parâmetros Curriculares Nacionais indicam como objetivos do Ensino Fundamental que os alunos sejam capazes de:

Utilizar a linguagem na escuta e produção de textos orais e na leitura e produção de textos escritos de modo a atender a múltiplas demandas sociais, responder a diferentes propósitos comunicativos e expressivos, e considerar as diferentes condições de produção do discurso;
Utilizar a linguagem para estruturar a experiência e explicar a realidade, operando sobre as representações construídas em várias áreas do conhecimento:
-sabendo como proceder para ter acesso, compreender e fazer uso de informações contidas nos textos, reconstruindo o modo pelo qual se organizam em sistemas coerentes;
- sendo capaz de operar sobre o conteúdo representacional dos textos, identificando aspectos relevantes, organizando notas, elaborando roteriros, resumos, índices, esquemas etc;
- aumentando e aprofundando seus esquemas cognitivos pela ampliação do léxico e de suas respectivas redes semânticas.
Analisar criticamente os diferentes discursos, inclusive o próprio, desenvolvendo a capacidade de avaliação dos textos:
- contrapondo sua interpretação da realidade a diferentes opiniões;
- inferindo as possíveis intenções do autor marcadas no texto;
- identificando referências intertextuais presentes no texto;
- percebendo os processos de convencimento utilizados para atuar sobre o interlocutor/leitor;
- identificando e repensando juízos de valor tanto socioideológicos (preconceituosos ou não) quanto históricos –culturais (inclusive estéticos) associados `a linguagem e a língua;
- reafirmando sua identidade pessoal e social;
Conhecer e valorizar a linguagem de seu grupo social como instrumento adequado e eficiente na comunicação cotidiana, na elaboração artística e mesmo nas interações com pessoas de outros grupos sociais que se expressam por meio de outras variedades;
Usar os conhecimentos adquiridos por meio da prática de análise lingüística para expandir sua capacidade de monitoração das possibilidades de uso da linguagem, ampliando a capacidade de análise crítica.

Para que esses objetivos sejam atingidos apresentamos alguns princípios que deverão nortear os estudos da língua portuguesa.
Prática de escuta de textos orais e leitura de textos escritos

Escuta de textos orais???

Leitura de Textos escritos
Saiba selecionar textos segundo seu interesse e necessidades;
Leia de maneira autônoma, textos de gêneros e temas com os quais tenha construído familiaridade;
Seja receptivo a textos que rompam com seu universo de expectativas, por meio de leituras desafiadoras para sua condição atual, apoiando-se em marcas formais do próprio texto ou com orientações oferecidas pelo professor;
Troque impressões com outros leitores a respeito de textos lidos, posicionando-se diante da crítica, tanto a partir do próprio texto como de sua prática enquanto leitor;
Compreenda a leitura em suas diferentes dimensões- o dever de ler, a necessidade de ler e o prazer de ler;
Seja capaz de aderir ou recusar as posições ideológicas que reconheça nos textos que lê.

Prática de produção de textos orais e escritos.
Produção de textos orais
Planeje a fala pública usando a linguagem escrita em função das exigências da situação e dos objetivos estabelecidos;
Considere os papéis assumidos pelos participantes, ajustando o texto à variedade lingüística adequada;
Saiba utilizar e valorizar o repertório lingüístico de sua comunidade na produção de textos;
Monitore seu desempenho oral, levando em conta a intenção comunicativa e a reação dos interlocutores e reformulando o planejamento prévio, quando necessário;
Considere possíveis efeitos de sentido produzidos pela utilização de elementos não-verbais.

Produção de textos escritos
Redija diferentes tipos de textos, estruturando-os de maneira coerente;
Realize escolhas de elementos lexicais, sintáticos, figurativos e ilustrativos, ajustando-os às circunstâncias, formalidade e propósitos da interação;
Utilize com propriedade de desenvoltura os padrões da escrita em função das exigências do gênero e das condições de produção;
Analise e revise o próprio texto em função dos objetivos estabelecidos, da intenção comunicativa e do leitor a que se destina, redigindo tantas quantas forem as versões necessárias para considerar o texto produzido bem escrito.

Análise linguística
Constitua um conjunto de conhecimento sobre o funcionamento da linguagem e sobre o sistema lingüístico relevantes para as práticas de escuta, leitura e produção de textos;
Aproprie-se dos instrumentos de natureza procedimental e conceitual necessários para a análise e reflexão lingüística (delimitação e identificação de unidades, compreensão das relações estabelecidas entre as unidades e das funções discursivas associadas a elas no contexto);
Seja capaz de verificar as regularidades das diferentes variedades do Português, reconhecendo os valores sociais nelas implicados e, consequentemente, o preconceito contra as formas populares em oposição às formas dos grupos socialmente favorecidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário